17.9.07

Meirelles, Saramago e Farta Brutus

O diretor Fernando Meirelles, em seu blog sensacional onde vem descrevendo a realização de seu novo filme, "Ensaio sobre a cegueira", registrou, num texto super legal, o encontro que teve com José Saramago num restaurante em Lisboa. Vale a pena:

"Farta Brutos. Que nome.

Cheguei às 22h30 e fiquei em uma mesa de canto comendo tremoço e aguardando o José Saramago e sua mulher, Pilar, que chegariam a qualquer momento, vindos de uma noite de autógrafos com Mário Soares.

O Farta Brutos é um dos restaurantes predileto de Saramago em Lisboa. O casal mora em Lanzaroti, uma ilha muito árida na Espanha, mas como estavam de passagem pela cidade justamente quando eu voltava de Pequim, resolvi fazer um pit-stop para encontrá-lo e ainda passar um dia na “Terrinha”, aonde nunca tinha estado. Para esse encontro vieram também o Don McKellar, roteirista, e o produtor, NivFishman, diretamente de Toronto.

O restaurante é um lugar muito pequeno, fica na Cidade Velha e tem umas sete ou oito mesas tocadas pelo casal de proprietários. Nas paredes, muitas fotos de gente conhecida e evidentemente muitas imagens do próprio Saramago. Ao chegar, ele cumprimentou os proprietários com a intimidade de alguém de casa. Tentou, mas não pediu os pratos: o dono do restaurante foi simplesmente mandando para a mesa o que achava que deveríamos experimentar. Não parava de chegar comida. (...)"

Se quiser ler o resto, clique aqui. Vale a pena:
O endereço de O Farta Brutus:
Tv. da Espera, 20
Lisboa

3 comentários:

Elvira disse...

O quanto eu amo os livros do José Saramago! E sorte minha, já tive a oportunidade de o conhecer pessoalmente. O restaurante favorito dele só pode ser bom! ;-)

Elvira disse...

PS: Ines, eu não tenho mérito nenhum em ter conhecido pessoalmente o Saramago. Naquela época, eu era jornalista em Paris, especializada em literatura de língua portuguesa. :-)

Até já estive na Embaixada do Brasil em Paris a animar o Dia do Livro que se comemora cada ano em França. ;-D

valentina disse...

Ah, sou fã do Saramago.vou ler o resto..