19.2.08

Ai, Comandante!

O que será que ele gosta de comer, alguém faz idéia? Em Cuba, comi 'Moros y Cristianos' até não poder mais, uma espécie de baião de dois, arroz com feijão, tudo misturadinho... Vou procurar uma receita para homenagear Fidel.

Bueno, adiós, comandante. E que tudo continue às mil maravilhas na sua MaravIlha.

10 comentários:

Anônimo disse...

OPA..."que tudo continue às mil maravilhas na sua MaravIlha.", acho que você foi à outra Ilha, e não à miserável, atrasada e infeliz realidade e cerceadora de direitos Ilha de Cuba.

Anônimo disse...

Bom, como se percebe esse senhor do comentário se ressente da educação que certamente a ilha que critica lhe daria. Pobre desafortunado. Sequer coragem de se identificar tem. Quem sabe se tivesse passado os últimos 49 anos en la perla del Caribe seria um ser humano melhor. Com o mínimo de dignidade para assinar suas torpes convicções. Filho, vai para Miami, vai! Seus hermanos gusaniños de mierda estão te esperando de braços abertos. Aliás, essa parece ser a cidade feita sob medida para tipos como você: corrupta e cercada de pântanos e crocodilos. E nos faça um favor. Não ponha mais os seus dedinhos sujos neste blog, tá. Chico S

EL PARANAENSE disse...

Brasil, Cuba, América Central! A classe operária é interplanetária!

Fabiane disse...

A internet é um ambiente livre... tirar dedinho sujos do blog(?) Como assim (?) Atitude tirana... Viva a liberdade de expressão!!!

Dona F

EL PARANAENSE disse...

Vai ser tirana lá na Albânia! Viva o farol do socialismo! Viva Enver e seus hoxinhas!!!!!

Anônimo disse...

resumo da historia...fidel matou/traiu che e ficou com o cuba libre!!!

Anônimo disse...

Que isso moçada, Cuba realmente é linda, mas que se vive uma opressão com relação à liberdade de expressão é inegável. Tenho amigos cubanos que relatam as maravilhas de Cuba, mas lamentam a falta de liberdade e oportunidade!! Apesar da figura "mítica" de Fidel, não esqueçamos que lá se vive uma ditadura, injustificável por mais "nobre" que seja a razão!!Renato

carlinhos de lima disse...

adiós, comandante.
Duas formas de ler a mesma frase: o tempo é inexorável com a matéria. Uma pena.
Que se vá! Diriam alguns.
É preciso voltar ao tempo e entender a história pois é assim que se constrói a humanidade.
Conviver com os diferentes.
Entendê-los.

Enquanto isso, num não muito distante país da américa...

Bom, mas o assunto aqui qual é mesmo?

Eu vim aqui por causa da feira da Anastácia. Mas se ela gostava do comandante, que seja feita a vossa vontade...

Eu, gosto de bacalhau com batata!

Paloma disse...

Comeste? Vamos conjugar o verbo na 3ª pessoa do plural. Comemos. Sim, porque a Ines fez essa viagem comigo. Ou já foi para Cuba de novo e não estou sabendo? Saudade de você, linda! Aparece. bjos
Paloma e Isabela

Anônimo disse...

Adiós, comandante? Como assim? Será que ele morreu e eu não estou sabendo? Ou morreu para você, Anastácia? Como diz Maluf,morreu para você filha ingrata! Falando sério, para mim não morreu, mas, que pena!,há muito tempo perdeu o rumo da história quando optou por manter a "sua" ilha como uma reserva de mercado do socialismo e não percebeu que o mundo se construiu e desconstruiu continuamente á sua volta. Inegávei sua contribuição de que é possivel criar uma novo mundo mais justo, mas, sem acesso à internet, camarada? Que direito ele tem, ops, tinha, de decidir qual o grau de liberdade que seu povo poderia ter? Apesar do maravilhoso sol do Caribe, o querido Comandante jogou Cuba na idade das trevas e, ao contrário do que pretendeu, só contribuiu para a descrença de gerações no socialismo. Que se vaya bién, Comandante! Benvindo Comandante Raúl, mas que pelamordedeus não siga a mesma receita, já que isto é um blog de comidas. Siga la voz del gran poeta Antonio Machado: "Caminante, no hay camino, se hace el camino al andar!.
Beijo, querida Anastácia.

Mami