13.8.07

Feira de São Cristóvão II



Pimentas, manteiga de garrafa e doces da Feira de São Cristóvão, o lugar mais animado desta cidade e terra de incontáveis Severinos (minha amiga Mariana tentou, mas não descobriu quantos são). Tudo coisa boa. Mas a pimentinha, como se costuma dizer, é para "baiano treinado". Oxente, cruzes! Já a manteiga de garrafa, que vai à mesa, funciona bem demais em cima de um apim cozido, daqueles bem molinhos, derretidos. E os docinhos são para alegrar a gente, que nada melhor que uma bela colherada de doce de leite ou um pãozinho com geléia. Hummm... delícia.

3 comentários:

Marizé disse...

As feiras proporcionam um belo expetaculo de cores e aromas. Obrigada por partilhar

valentina disse...

Morro de saudades de manteiga de garrafa.

Anônimo disse...

O mais engraçado q vejo,é q em todos os sites da Feira tem palavras dita durante muitos anos pelo Ex-Presidente Agamenon de Almeida.
Se ñ fosse por ele,pela sua luta,garra e coragem,a Feira ñ seria o q é.
E ai? Cadê q ninguém fala nada sobre ele nem sobre o Arquiteto q fez esse pavilhão INCRÍVEL o Sérgio Bernardes.
Hoje os dois são falecidos e mereciam muito uma homenagem bem grande.