16.7.07

Arataca



Casquinha de caranguejo (para a Elvira, que ama caranguejo) do Arataca, um retaurante-botequim pé-sujo da Cobal do Leblon, muito bem falado na cidade. A casquinha é maravilhosa, das melhores qué já comi na vida. Acho que o segredo é ser pura carne. Nada daquela argamassa pesada, como costumam ser os recheios de muita casquinha sem-vergonha por aí. Carne de caranguejo e coentro, combinação perfeita. A farofinha ali é dispensável, porque a mistura deixa tudo meio seco. Embaixo, o acarajé do Pará. A dona do Arataca me explicou o seguinte: a massa do acarajé é aquela tradicional, feita com feijão fradinho, mas o vatapá (e só tem vatapá ali dentro, é assim mesmo no Pará) é mais leve, sem amendoim. O Arataca, que serve comidas típicas do Norte e Nordeste, vale a visita para provar estes dois pratos. Delícia, delícia.
Arataca
Cobal do Leblon - Rua Gilberto Cardoso, s/nº
tel: (21) 2512-6249

2 comentários:

Eduardo disse...

Dio Mio,

O que a gente está fazendo nesta temporada pan-americana que ainda não pousou neste Arataca, meu Deus? Tem cada coisa que eu sinceramente não entendo, mademoiselle, não entendo... Claret.

Elvira disse...

Serei eu a Elvira do caranguejo...? ;-D

Se for o caso, muito obrigada pela dedicatória. Esse prato parece divinal!

Beijão.