4.3.07

O leitão do Porto (para Juliana Rocha)


Infelizmente, fui embora de Portgual sem antes traçar um leitão no Porto, que Juliana tanto me recomendou. Mas, se serve de consolo, aí está a foto do bichinho. Agora, espero a abstinência de minha amiga Mamão acabar para devorarmos juntinhas um igual a esse. Hum... delícia...

2 comentários:

Ju Rocha disse...

Tá explicado porque você não comeu o leitão. Essa coisa seca, esturricada, não tem nada a ver com o suculento prato de Ponte de Lima (com sotaque!). Fica aqui o convite para irmos juntas em setembro para a cidadezinha a 40 km do Porto, durante as feiras novas, um carnaval português. Dizem que na beira do Rio, no restaurante do padre, servem um leitão de comer rezando...

Anônimo disse...

Bem, neste ano já não dá, mas se puderem, venham no próximo em Agosto. Em Viana do Castelo (acima do Porto, sempre junto ao mar) realiza-se uma das maiores, senão a maior festa popular portuguesa.
Trata-se das Festas da Senhora da Agonia. Os fogos de artifício são espectaculares (é na região a maior concentração de fábricas de pirotecnia do país) e o cortejo folclórico o mais rico de Portugal.
E todas as tascas servem os melhores pratos de bacalhau.
Em Ponte de Lima come-se uns rojões e um arroz de sarrabulho, sem esquecer o leite-creme à sobremesa, de chorar por mais.
Quanto ao leitão assado, eu preferiria ir comê-lo mais para sul, próximo de Coimbra, numa terra chamada Mealhada. Bem barrado por dentro com molho de pimenta preta, enfiado num espeto e assado inteiro em forno de lenha.
E depois digam alguma coisa...
Manuela